sexta-feira, dezembro 07, 2012

Por muitas e (a)variadas circunstâncias, desta vez externas, a minha cabeça tem andado conturbada e o meu coração triste. Hoje, pela primeira vez em longos dias, tive vontade de cantar (e cantei). Celebro esta pequenina alegria que volta e uma reconciliação que consegui ontem com alguém que me é especial. Acredito que uma coisa não seja alheia a outra.