segunda-feira, março 29, 2010

Isto não anda bem

Não anda, não.
Posso culpar a primavera, posso sempre culpar a primavera. Que põe mais down quem já anda down, e que... Mas a primavera não tem culpa. Eu sei que a primavera não tem culpa, e eu gosto dela, gosto sim.
Ando descontente. Um pouco angustiada.

E há dias particularmente maus.

Mas ainda hão-de vir os particularmente bons.

domingo, março 28, 2010

Desperdícios



Lá fora vai um dia bonito, cheio de sol.
Está a acabar uma semaninha de férias.
Hoje propûs-me passar a ferro, e arrumar a minha roupa. Vou a menos de metade da tarefa e estou muiiito aborrecida.
O dia lá fora está cheio de sol, mas eu estou muiiiito cinzenta.

sábado, março 27, 2010

As coisas bonitas



andam por aí, por fora e por dentro de mim.
Bem-vinda, Primavera!

segunda-feira, março 22, 2010

Lembrete

Actualizar os blogues aí ao lado. Incluir este. Foi a minha descoberta do dia. Da noite, aliás.

sábado, março 20, 2010

De mim, dos outros, do cansaço e do facebook

Graças a Deus sou muito distraída. Vivo perdida e encontrada no meu mundinho, e passam-me ao lado - a milhas - as quezílias, as invejas, as maledicências.
Mas às vezes dizem-me. Contam-me. Forçam-me a ver. E eu que queria tanto não saber! Porque sabendo me enraiveço, me entristeço e me canso. Muito.
Passa das duas da manhã e não faço muito sentido.
Mas hoje voltei para casa com o peso do mundo nos ombros e nos músculos. Tão triste, tão rastejante, tão pouca-coisa, tão quase-verme.
Pensei "vou deitar-me e tomar três comprimidos em vez de um, a ver se durmo três vezes mais."
Mas liguei-me ao facebook, e do outro lado encontrei uma grande amiga. E ao que parece salvámos a noite uma da outra.
Agora sim, vou dormir.

sexta-feira, março 19, 2010

Inspirações

Passando num corredor de um hipermercado com uma amiga, leio: "Banhas, manteigas e margarinas". E acrescento: "era aqui que eu estaria, se estivesse no supermercado" (intua-se: à venda.)

quinta-feira, março 18, 2010

Preciso de

Preciso de abrir as janelas.
Preciso de me encostar a uma rocha perto do mar, preciso de me deitar na areia quente. Preciso da areia quente.
Preciso de limpar esta casa.
Preciso de arrumar esta vida.
Preciso de mim.
Preciso que me passe esta dor de cabeça das coisas adiadas, das tantas coisas adiadas...
Preciso de matar a preguiça e o desânimo.
Preciso de mim.

terça-feira, março 16, 2010

Das nossas conversas

- Estou a ficar desapontada.
- Eu aponto para ti, se quiseres.

segunda-feira, março 15, 2010

Há pessoas

esquisitas.
Às vezes sou, eu própria, bastante esquisita.
Mas há pessoas bem mais esquisitas que eu.

Oh ye! Há. E só me ocorre isto. Esse blogue, aliás, foi das coisas mais giras que descobri ultimamente.

(As coisas que se descobrem quando se deixa o facebook!...)

sexta-feira, março 12, 2010

Quando estou muito triste fico cansada.
Quando estou muito cansada fico triste.

O meu cérebro baralha os conceitos, deve ser.

segunda-feira, março 08, 2010

Talvez seja esta,

entre todas, a minha música preferida.
E hoje é para mim.

Ergam lá um copo à minha saúde, que hoje completo 44 anos de vida, e muito feliz estou por isso.

sexta-feira, março 05, 2010

Ser

Desde ontem à noite que um vento me invadiu e ainda não parei de estar feliz. Paradoxalmente, porque me fizeram mal, ou melhor, alguém fez. E isso despoletou dentro de mim uma força imensa, depois das lágrimas. Porque sou muito mais eu. Há em mim amor e inocência, quase nenhuma inveja e muito pouco egoísmo. Há talento e há alegria a jorrar das nuvens.
Façamos um brinde e deixemo-nos de tristezas, Dulce Maria!

quarta-feira, março 03, 2010

Balançar - Mafalda Veiga

Esta música na rádio, mas em dueto com Tiago Bettencourt... Ao longe uns raios de sol com uma luz maravilhosa em leque de céu para terra, do céu para a ria. Conduzir de volta a casa. Vontade de chorar por ser tudo tão belo.