sexta-feira, janeiro 17, 2014

Nem te deste conta da sorte que tiveste!

Isto me disse um amigo hoje, quando desabafava com ele sobre o quanto várias pessoas e coisas me têm desiludido.

E é verdade.

Deus protegeu-me de pessoas e situações que poderiam ser muito más para mim, e eu ainda me queixo?

Aquilo que eu pensei: esta pessoa enganou-me, não gostava de mim, desapareceu.
Vejo agora as coisas de outra forma, com o auxílio do meu amigo. Deus rodeou-me de protecção e disse-lhes: Afastem-se da minha menina!

Obrigada, Pai. E perdoa-me por ser tão tonta.

2 comentários:

Vilma Correia disse...

É verdade Dulce. Por isso que quando oro por algo que não sei muito bem como pedir, eu digo a Deus: Faz aquilo que Tu sabes que é o melhor.
E assim é!
Eu só trocaria o teu título por: Nem te deste conta da benção que tiveste! Sem dúvida, Ele guarda-te!
Beijinhos, miúda!

Dulce disse...

Eu percebo-te, Vilma. Não é uma questão de sorte. Mas foi assim a expressão do meu amigo...
Beijinhos.