segunda-feira, setembro 06, 2010

A minha gata Vagamunda



Que alguém abandonou, porque é muito mansa e meiga, não me parece uma gata de rua. Agora é-o, efectivamente. Não consigo compreender com que estômago se abandona um animal à sua sorte. Chamo-lhe Vagamunda mesmo, porque vaga pelo mundo. Querida gatinha, se eu não tivesse duas congéneres tuas um tanto ranhosas e zangadas, dava-te casa. Assim, dou-te apenas o conforto possível. Comida, água e mimo.

Adenda: parece que tenho que deixar de a alimentar, porque a gajinha não me larga a porta, e a Julie foge-me, esgadanha-se e sopra a tudo quanto mexe. Vai por aqui um pé de vento que não se pode. Acho que vou recomendar a Vagamunda a um abrigo para animais, esperando que seja bem tratada.
  ------------------------------------------------
Afinal a gata vadia é um gato vadio, e eu não tenho coragem de o deixar passar fome. Isso vale-me a inimizade da minha gata mais velha. Seja. Vou tentar afastá-lo da minha casa, e continuar a fornecer-lhe as suas refeições.

6 comentários:

Tita disse...

Nunca compreendi porque os querem se depois os abandonam: S

Beijinhos grandes

Vilma disse...

Já fazes bastante! :))
Conhecemos o coração e caracter de um ser humano pela maneira como trata os animais.
Tens um bom coração!

Anna^ disse...

Lindas...tu e ela :)

Da França disse...

Tenho o mesmo problema,uma gata que apareceu por aqui,linda,meiga,não tem medo de cães,todos os vizinhos a escorraçaram e eu comecei a dar-lhe comer,tenho tanta pena dela mas não quero mais animais,ela andou com os gatos e talvez ande para ter gatinhos,eu tenho duas escadas da parte de fora,na parte da frente fiz uma caminha (ninho)protegida com blocos,e quando vier a neve?e se ela vai ter bebés? ando aflita pois a gatinha faz mesmo para gostarem dela,até vai connosco ao fundo do quintal onde tenho coelhos e galinhas,quando ando no quintal rebola-se a minha frente para eu lhe fazer uma festa,só temo que venha neve,é uma prisão ter animais para ir a Portugal,já sei que não vou ter coragem de a deixar cá fora na neve mesmo que ela tenha um bom ninho aqui faz muito frio no inverno. O meu marido diz-me para por um anuncio com foto, talvez ande perdida, para ver se os donos a conhecem não sei o que hei de fazer,o que é certo é que a gata faz tudo para gostarem dela. Beijinhos.

Dulce disse...

Estes gajinhos de quatro patas deixa-nos com o coração nas mãos, muitas vezes.

Vida de Praia disse...

Também näo compreendo...