sábado, dezembro 31, 2011

Às vezes a técnica é imaginar comboios barulhentos a passar e gritar alto para libertar tudo o que é mau e se acumula dentro do peito. Estou convencida de que, assim como há miradouros, onde mirar é natural, devia haver gritadouros. Tinham em mim uma "cliente" relativamente assídua.

1 comentário:

Da França disse...

Passei para lhe desejar um Novo Ano 2012 muito feliz e mais uma vez lhe agradecer pelo carinho que me deu na morte do meu filho.
Eu não faço nada e penso me deitar cedo.

Um beijinho e muitas felicidades.

Tem razão,havia de haver gritadouros,eu seria a melhor cliente neste momento.

Da França

Bom Ano para todos.