quarta-feira, agosto 22, 2012

Dezoito anos sem ti. E a certeza de que nunca te esqueceremos. Talvez nem depois da nossa morte.

1 comentário:

mfc disse...

Há ausências que nunca serão repostas!
Beijinhos,