sexta-feira, julho 20, 2012

Que bom!

Hoje foi um dia tão tranquilo que dou por mim e já é meia noite, já tenho que me deitar, sob pena de amanhã no trabalho andar intratável. Dormi uma sesta, fui tranquilamente fazer compras e ao fim da tarde estendi-me na praia a receber na pele beijinhos de sol e a encher os ouvidos de mar. Com tão pouco sou tão feliz! E acho que a infelicidade é precisamente obrigarem-me a afastar-me das coisas pequenas e simples como beijinhos de sol. Quem me obriga? A vida, claro. Ou talvez o contrário dela, que não é necessariamente a morte.

Sem comentários: