sábado, fevereiro 18, 2006

Cantorias e bailadanças

Quinta feira à noite. Os sobrinhos Diogo e Vasco levaram-me para o quarto deles para me mostrarem a aparelhagem nova, presente dos pais.
O Diogo é fã de Carlos Paião, o que me alegra muitíssimo. Algumas das letras mais simples sabe-as de cor. E canta muito melhor do que eu, o que, sabe quem me conhece, não é difícil... :-) Eu, é mais espalhafato. Mas nisso colaboramos os três: Tia Dulce, Diogo e Vasco abraçados aos peluches maiores que havia lá no quarto, a cantar "em play-back", entre alguns empurrões e algumas quedas propositadas. O baile foi animado.
No fim, tudo mais calmo e cansado, chegaram o pai e a mãe dos meninos. Era hora de recolher: O Carlos Paião a cantar baixinho, o Diogo a cantar baixinho, o Vasco sentado na outra cama a "ler" (Mais entusiasta de livros e desenhos este sobrinho "médio" de lindos olhos azuis...) Era chegada a hora de os deixar para que repousassem.
Mas antes, como lhes ensinei: beijinhos aos molhinhos, abraços aos magotes, palhaços aos pinotes!

- Ó tia, o que são magotes?

(Hoje lembrei-me de oferecer música ao Diogo no aniversário dele. O que é que recomendam para um menino de sete anos que gosta de Carlos Paião?)

2 comentários:

Mocho disse...

Já que ele gosta tanto de cantarolar porque não lhe ofereces o CD dos "Humanos" que fazem reviver António Variações com músicas tão giras dele? Aposto que o Dioguinho as cantava em 3 tempos. Bicadinha grande para ti.

Margarida Atheling disse...

Ai... eu gostava tanto da "Cinderela". Não sei se será o indicado para ele, mas lá que eu gostava... :)

Beijinhos e parabéns ao sobrinho!