domingo, fevereiro 05, 2006

Já dizia o António Aleixo...

Deixam-me sempre confuso
As tuas palavras boas,
Por não te ver fazer uso
Dessa moral que apregoas.

...E eu fico surpreendida, porque afinal basicamente o mundo não muda.
E surpreendida por me surpreender.

2 comentários:

Lua dos Açores disse...

Duxita...Olha para o q eu digo...Bem pregas Frei Tomás...o ver o argueiro no olho do próximo...
Enfim, onde há caridade e amor, aí habita Deus
Beijos

Anónimo disse...

Pois é, António Aleixo era um homem sábio. As palavras dele tocam-nos porque são verdadeiras. E mais verdadeiras se tornam quando nos dizem respeito...