domingo, agosto 07, 2011

Das coisas que eu digo

Sobre o vício de roer as unhas:
- Como já pareceria mal comer macacos, vou roendo as unhas...

E por causa disto lembrei-me agora da história do optimista e do pessimista:
Optimista: - Isto vai de mal a pior. Estou convencido que, no fim do mundo, há-de haver só merda para comer...
Pessimista: - E chegará para todos?

9 comentários:

Lacorrilha disse...

O que eu me ri com este post.
Até me dói a barriga.

Anna^ disse...

LOLOLOL

mfc disse...

Fizeste-me dar uma óptima gargalhada!
Obrigado.

Vilma disse...

LOL!!!!
Uma coisa: recebeste o meu mail? Com um pequeno extracto do tal livro que te falei onde li o testemunho do clif Richard?

Dulce disse...

Recebi, Vilma. Li, mas não me tocou muito... a sensibilidade de cada um é diferente, reagimos a coisas diferentes, e ainda bem. Beijo.

Vilma disse...

Com certeza que sim!
Só podias ter dito alguma coisa, né? :)
Beijinhos e DTA!

Vilma disse...

Dulce: claro que não levei a mal!
Apenas fiquei na dúvida que terias recebido o ficheiro, porque não sabia se o mail que eu tinha de ti, estaria activo e podias achar que a minha falta de resposta à tua pergunta era desinteresse da minha parte, o que não foi verdade.
Tudo esclarecido! ;)
A falar "cagente" se entende!
Beijocas e cuida-te!

Bacouca disse...

Dulce,
Entre uma e outra acho a escolha mais apropriada!
Gostei da diferença entre o optimista e o pessimista. Vamos deixar de ser pessimistas...!
Beijo

Débora disse...

LOL! Muito bom :)