sábado, dezembro 02, 2006

Aprender a desprender-me


Quando éramos pequenos enchíamos os cadernos de palavras, as palavras que antes tínhamos errado. Ou palavras difíceis. Até aprender.
Hoje copio para um disco qualquer no meu cérebro ideias que me ajudem a acertar. E repito, repito.
E peço ajuda ao Deus que é Pai e Mãe de toda a criação, meu Pai e minha Mãe, Protecção, Aconchego, Coragem.
Peço-Lhe ajuda. Que me ensine a gravar no coração as coisas certas, as que me hão-de fazer mais feliz a cada dia. Desprender-me do que não tem importância, dormir tranquila, apegar-me ao que é bom.
Sabes, Ana Rute, hoje deste-me um presente. Poder olhar a tua escrita límpida. Já passeei por aqui e por ali, e uma ternura enorme foi o que invadiu o meu coração. Gostava de te poder agradecer pessoalmente, mas por não saber o teu endereço de email, digo-to aqui: OBRIGADA! Parabéns pelas tuas meninas lindas, e pelo teu coração limpo.

5 comentários:

Bem Me Queres disse...

Minha querida, mta força para continuares a olhar para a vida de uma forma limpa. Acredita que ela tem mta coisa para te oferecer em troca.
Bjs doces

mfc disse...

Essa repetição ajuda-nos a interiorizar o que nos é importante!

Ana Rute Cavaco disse...

o meu mail está no meu profile:
anaruteoliveira@hotmail.com

muitos beijinhos!

stela disse...

acredito que se pensarmos muito e com fé em algo, conseguiremos, pelo menos chegar perto da nossa meta...
Força e bjs!

simplesmentestela24.blogspot.com

Ana disse...

Faz-me bem a alma ler as tuas palavras.