segunda-feira, novembro 13, 2006

Ontem foi assim



A Célia veio ver-me. Levámos umas sandes e fomos espreitar o mar.

Ontem não havia tantas gaivotas.

Ontem conversámos muito, rimos muito, chorei um bocado.

Gosto tanto dela, da minha amiga.

Vamos beber champagne juntas e velhinhas, tremelicantes, quando eu fizer noventa anos. Está prometido.

Tão amiga ela, e há tanto tempo, que é como se fosse família. Da melhor família. Do melhor da família.

Mas ontem recuei a tempos tão longe... e as mágoas desses tempos doeram mais à noite, quando fiquei sozinha em casa.

O sono, entretanto, ajudou-me.

1 comentário:

Xuinha Foguetão disse...

Amiga valiosa! :)

Uma beijoca grande!