sexta-feira, setembro 01, 2006

Estava uma gatinha, deitada

à sombra dum carro, ontem à tarde quando eu passei, a caminho para umas tarefas de que a minha mãe me encarregara. Parei junto a ela e conversei com ela, olhei os seus olhos brilhantes e mansos, fiz-lhe uma festinha, e segui de coração aconchegado.
Foi preciso chegar aos 40 anos para aprender a ternura dos gatos. Percebê-los, uns mais ariscos, outros "sociabilizados". E quem me ensinou este olhar foram as minhas gatinhas, a Julie e a Nuvem, que preenchem os meus dias de resmungos, mimos e... a casa cheia de pelos :p
Obrigada a elas!

1 comentário:

Vilma disse...

Entendo-te muito bem... mas eu já aprendi a gostar de gatos há anos! Desde que me conheço! :D