sábado, julho 29, 2006

De volta

da terrinha dos meus pais, descubro festa e ranchos folclóricos na minha. Sento-me confortavelmente, em frente ao computador, enrolada num vestido chinês vêlde (tlês eulos e meio), que hoje comprei para andar em casa, cansada que estou de pingar, salpicar e estragar a minha roupa.
Hoje foi um dia cansativo, um cansativo dia de folga, um dia muito bom.
Agora a gata Nuvem corre atrás e à frente da gata Julie, escondem-se nos armários e nos sacos de plástico, desfazem-me a paciência... Gosto tanto delas! :)
Hoje o dia foi longo. Cheio de reencontros.
Os emigrantes estão de férias, e agora os emigrantes não são só pessoas da idade dos meus pais. Agora os emigrantes são ex-colegas, vizinhos, amigos da minha infância e adolescência, com quem partilhei risos e tropelias e zangas.
- Estás com quantos anos? - pergunta-me o Carlos.
E quando lhe digo "quarenta", desce sobre mim a consciência do quatro e do zero, de irrevogavelmente ser adulta e ter pelo menos tanto passado quanto futuro. Talvez mais passado.

Reencontrei hoje, também, a I., uma amiga mais velha. Ela é parte daquele universo de amigos que se sabe que existem e estão e estarão lá, e até podem ver-se poucas vezes. Ela é mãe duma menina deficiente. Uma menina com quinze anos que não anda nem fala, que é a luz dos olhos da minha amiga I., e que faz os olhos dela ficarem brilhantes de amor e lágrimas. A C., a menina, é que me ensinou que amar uma criança deficiente é simplesmente amar uma criança.

Depois a Lena, exactamente a minha idade, vivemos uma com a outra metade das nossas vidas. Sempre um prazer reencontrá-la, sempre de alguma maneira o espanto por se escolherem caminhos tão distintos, e todos estarem certos.

E mais mimos, no final do dia: a luz dourada do céu a dar às árvores um ar de coisas de postal. E uma paragem para olhar o mar, na Costa de Lavos, virada para a Figueira da Foz. Final de dia. Luz, névoa, espuma. Podia ser uma paisagem de neve, e as luzes das casas ao longe um presépio inesperado. Lindo!
Lindo o meu dia!

4 comentários:

deep disse...

Boa noite! Gostei de te sentir feliz. Fica bem. Tem uma óptima semana.

Olga Correia disse...

Um belo dia...
Cheio de ternura e poesia...
:)

Think deep disse...

Day in day out. That´s life...
Good luck!

tikka masala disse...

É sempre um prazer tão grande ler o que vives... Obrigada!