quarta-feira, agosto 09, 2006

Provérbios

Eu adoro provérbios, quanto mais estapafúrdios melhor.

Há coisas giríssimas, algumas são tão absurdas que me fazem rir, outras apenas sorrir, outras entristecem-me de tão... pungentes:

A minha cara não é feia, as minhas mãos não têm peçonha, se eu não me casar é uma pouca vergonha.

Quem quer casar sempre casou, ou com quem quis ou com quem achou.

Quando o pobre come galinha, um dos dois está doente.

Não se pescam trutas com bragas enxutas.

Gosto também muito dos provérbios adulterados, tipo

Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem anda contigo

ou

Mais vale ser rico e saudável do que pobre e doente (Bem, este não é bem um provérbio, mas promovo-a a provérbio, é lindo!)

Então vá, por favor, digam mais. Escrevam aí nos comentários. De preferência que eu ainda não conheça...

5 comentários:

Vilma disse...

Também gosto .. hehehe !
Aqui vão alguns:
- a uns morrem as vacas, a outros parem os bois
- comer e coçar, mal é começar
- guarda que comer, não guardes que fazer
- mais vale perder um minuto na vida que a vida num minuto
- mel, se o achaste, come o que baste
LOL

Moralista de domingo disse...

Nº. 1: Quem casa não pensa. Quem pensa não casa.
Nº. 2: O mundo é a casa dos rapazes. A casa é o mundo das raparigas.
Esta última foi-me dita pelo meu professor de moral do Liceu, o padre Castro.
Ele lá sabia...

Avozinha disse...

Eu gosto deste, real: Lé com cré, Maria com sua avó.

tikka masala disse...

Dizem as más línguas que este é um provérbio alentejano: mais vale uma mão inchada do que uma enxada na mão". :D

tikka masala disse...

E há mais uns daqueles bem parvos, como: "se para lá é a subir, para cá é a descer" ou "chuva em Novembro, Natal em Dezembro" (não falha nunca!)...