quarta-feira, agosto 30, 2006

Rouxinol


Disse-me uma amiga querida que

ou somos rouxinois ou cotovias, consoante vivemos mais de noite, ou de dia. Eu, que sou rouxinol, fui à net à procura dos da minha espécie: aqui.

Pois cá estou de olhinho aberto, a perscutar o silêncio da noite. As minhas gatas dormem.

Ocorre-me a pergunta: Será boa ideia um rouxinol dar-se com gatas? Bom, temos co-habitado pacificamente.

Amanhã quando tiver desperdiçado a manhã a dormir, a cotovia frustrada que vive em mim, insultará o rouxinol.

Nada a fazer.

Apenas esperar a mudança de turno no local de trabalho, que contrariará esta tendência de viver ao contrário. Isto é, de noite.

Mas agora, calo o meu canto e vou dormir.

6 comentários:

Xuinha Foguetão disse...

Dorme bem, Rouxinol.

Bons sonhos.

Beijocas

CLS disse...

Eu não trabaho de turnos mas o meu marido sim, não é fácil, admiro muito as pessoas que o fazem. É um sistema q baralha tudo, até o rouxinol e a cotovia q há dentro de nós :)

deprofundis disse...

Penso que os gatos gostam muito de rouxinóis e de outros pássaros.
Gostam tanto que até os comem crus.
É a cruz deles (dos pássaros).

Gi disse...

tb já trabalhei por turnos e não era nada fácil de gerir o dia à dia com as outras pessoas.
Mas os dias livres durante a semana também davam um jeitão ;), o pior eram os dias de festa e termos de ir trabalhar.

Dulce disse...

Tal e qual, Gi! :)

Bruna Pereira disse...

Mesmo preso na gaiola do trabalho, um rouxinol pode sempre continuar o seu canto, sempre... Seja de noite ou de dia. :-)
Visita-me